quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Diálogos Cinematográficos: esculturas de tempo para um cine-poesia

Clique na imagem para ampliar


A segunda edição do projeto Diálogos Cinematográficos traz para o debate o tema "Esculturas de tempo para um cine-poesia".

A proposta é debater como as diversas subjetividades e temporalidades materializadas nos olhares dos diversos realizadores podem dar origem a uma narrativa cinematográfica que seja, a um só tempo, subjetiva e universal.

O Tempo, a Poesia e o Sonho serão tratados como boas portas de acesso para o encontro com um cinema que, sendo pessoal, possa ser de outros mais.
Os diálogos cinematográficos acontecerão no auditório do Museu da Imagem e do Som (2º piso do teatro das Bacabeiras) e serão conduzidos, entre os dias 23 e 25 de agosto, por Cassandra Oliveira - aluna concluinte do curso de cinema documental da Escola Internacional de Cinema de Tv de Cuba.
A entrada é franca. Para acessar mais detalhes sobre a programação, clique na imagem.


Frase do dia

Clique na imagem para ampliar

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Prorrogadas inscrições do Concurso de Roteiros Rucker Vieira


PRORROGADAS ATÉ O DIA 31 DE AGOSTO DE 2012 AS INSCRIÇÕES PARA A 9ª EDIÇÃO DO CONCURSO DE ROTEIROS RUCKER VIEIRA

Com prêmios no valor de 80 mil reais brutos para cada um dos três projetos vencedores, acontece a 9ª edição do Concurso de Roteiros Rucker Vieira,criado em 2003.

Trata-se de uma seleção nacional de projetos para a realização de documentários, destinada a stimular a produção e difusão de conhecimento, através do audiovisual. É promovida pela Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj)/Ministério da Educação (MEC), através da sua atual Diretoria de Memória, educação, Cultura e Arte / Massangana Multimídia Produções.

Conta com a parceria da TV Brasil e o copatrocínio da Chesf. Este ano lança a temática Nordestes Emergentes. Inscrições até o dia 31 de agosto de 2012.

O edital e os formulários para participação no 9º Concurso estãodisponíveis no site da Fundaj (www.fundaj.gov.br). Informações gerais: Tel.: (81) 3073.6710 / 3073.6729.

Dúvidas: E-mail: multimidia@fundaj.gov.br .Rua Henrique Dias 609, Derby. Recife – PE. CEP. 52010-100. Os documentos também podem ser acessados pelo linkabaixo citado: http://www.fundaj.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=687:concurso-de-roteiros&catid=44:sala-de-impressa&Itemid=183

Cynthia Falcão
Coordenadora da Massangana Multimídia/Fundaj
 Anízio Andrade
Equipe de Produção do Concurso de Roteiros Rucker Vieira 2012
Fones: 81 - 3073.6710/3073.6729


domingo, 19 de agosto de 2012

Piquenique Fotográfico pra comemorar o Dia Mundial da Fotografia


Hoje, 19 de agosto, os fotoclubistas fotógrafos anônimos, reuniram-se para comemorar o Dia Mundial da Fotografia num piquenique fotográfico à beira do Rio Amazonas. 

Pintaram por lá, muitas carinhas novas, gente que só se conhecia virtualmente. Esses encontros são propícios para que haja uma interação entre a galera que curte fotografia, mas que quase nunca se encontra pessoalmente pra trocar ideias. 

Já que muitos não se conheciam, rolou uma apresentação básica e em poucos minutos todos conversavam  como amigos de infância. 

Uma camisa com a marca do fotoclube foi sorteada entre os presentes, e quem levou a melhor foi a fotógrafa Thaise Medeiros. Feliz com a própria sorte, Thaise fez pose ao lado do fotoclubista Ednei Campos. 


Foi uma comemoração simples, mas repleta de significados. Um dia pra se guardar na memória, nos arquivos das lembranças inesquecíveis. 

Feliz Dia Mundial da Fotografia pra todos nós!!

Por Mary Paes

Galeria de fotos do II Piquenique Fotográfico














Para quem se interessar em participar do Fotoclube Fotógrafos Anônimos, é só chegar, os encontros acontecem quinzenalmente, aos sábados, no auditório do MIS AP, localizado no 2º piso do Teatro das Bacabeiras. O próximo encontro está marcado para dia 25.08.2012. Apareça! Não paga nada!!


sábado, 18 de agosto de 2012

Sobre o filme Nome Próprio


Hoje vi um filme que mexeu comigo. “Nome Próprio”, um filme de Murilo Salles, muito bem protagonizado por Leandra Leal. O filme não chega a narrar uma história com início, meio e fim, não se trata de uma história com final feliz, talvez nem se trate de uma história, mas de fragmentos do cotidiano de um ser qualquer, como eu, ou como você, que vive a incompletude de um destino incerto. 

Pra mim, o filme trata especificamente de solidão. Não uma simples solidão, mas uma complexidade de vazios internos. Uma intensidade de sentimentos não compreendidos, um viver sem regras e ao mesmo tempo, uma busca de freios. Uma inconformidade com o real... Um caminhar descalça em cacos de vidros. 

O filme meio que "sugou" tempos que me pertenceram, espaços que me sobraram... Reflexos de amores que eu perdi ou que eu criei, e que nunca existiram. O filme fala disso. De fantasiar uma vida a dois e imaginar que alguns dias possam ser eternos. E que o amor realmente possa preencher todos os vazios. Que a solidão possa fugir da gente, pelo menos dessa vez. 

A verdade é que esse tipo de solidão não está fora, está dentro. E não há meios de fuga quando a solidão está entranhada em cada célula do corpo, e se espalha por todos os cantos que te pertencem. 

O filme doeu em mim. E talvez tenha doído também em você. Não estamos sós, neste mar de solidão, à espera de alguém que nos resgate. 

(o filme Nome Próprio foi baseado nos escritos de Clarah Averbuck)

Por Mary Paes

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

II Piquenique Fotográfico Dia Mundial da Fotografia


Dia 19 de agosto se comemora o Dia Mundial da Fotografia. Este dia não poderia passar em branco para os fotógrafos anônimos que irão se encontrar pra comemorar a data, num delicioso e descontraído piquenique à beira do maior rio do mundo, o Amazonas. Você também está convidado a participar deste momento de interação com essa galera do bem. Vá e leve a bebida ou a comida que quiser, ou simplesmente passe por lá pra dar o ar da sua graça!! Vai rolar poesia e cantorias improvisadas!! Aguardo-te!

:) Mary

Nome Próprio no Clube de Cinema deste sábado!





NOME PRÓPRIO


Camila Chirivino, passa os dias compulsivamente escrevendo sobre suas experiências. Grana que é bom, nada, mas rock é de graça e amigos são prá essas coisas. Camila vive em mudanças, pois mora "emprestado” pelos admiradores. Já perdeu a conta de quantas vezes se mudou, de quantos discos e livros já perdeu, de quantas cópias de chave já mandou fazer. Sua vida é um livro aberto, uma máquina de pinball. Às vezes, ela faz muitos pontos, mas invariavelmente o placar zera e ela tem de começar tudo de novo.


DIA: 18 de Agosto (sábado)
HORA: 18h30
LOCAL: Auditório do MIS, segundo piso do Teatro das Bacabeiras
ENTRADA FRANCA
Classificação 18 anos

fonte: fimdecinema.blogspot.com

Oficina de desenho básico no encontro do Coletivo AP Quadrinhos



segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Um passo de cada vez e se percorre o mundo!

  
A história da História em Quadrinhos no Estado do Amapá começa a dar pisadas mais firmes com o lançamento da primeira edição da revista Mixtureba Comix.

A revista foi inteiramente produzida por membros do Coletivo AP Quadrinhos, grupo criado a partir do I Encontro Amapaense de Quadrinhos acontecido de 27 a 30 de janeiro deste ano, no MIS AP (Museu da Imagem e do Som do Amapá), parceiro do coletivo, desde então.

É importante ressaltar aos leitores da revista Mixtureba Comix alguns dos principais objetivos que motivaram a publicação, entre eles estão: fomentar a produção de quadrinhos no Estado; criar um meio para a divulgação dos trabalho dos quadrinistas amapaenses; descobrir novos talentos; instigar o público para a leitura de quadrinhos; e interação leitor/quadrinista.


Aos menos informados, cabe salientar, que esta primeira edição da revista não foi concebida por artistas, já com publicações anteriores (exceto o cartunista Ronaldo Rony), o que justifica uma das propostas do coletivo que é a de criar espaços para a divulgação dos trabalhos de seus membros. Podemos citar como exemplo, o garoto Railson Rodrigues de apenas 16 anos, que teve uma de suas histórias publicada nesta edição.

Esta inexperiência com publicações anteriores, a meu ver, não é um ponto negativo, vejo nascendo nas histórias, uma linguagem nova, uma desconstrução daquilo que é aceito pela maioria dos profissionais dos quadrinhos. Esta “despadronização” é uma forma de evoluir.

Para esta primeira publicação da Mixtureba Comix não havia a pretensão de ser “A Revista”, mas de provar ao Coletivo, e aos que se interessam por este tipo de cultura, que é possível sim, fazer parte desta cena. Haverá críticas e elas serão bem vindas, pois sem críticas não há evolução, mas que fique bem claro que não somos apenas massa corpórea ocupando espaço, mas cabeças pensantes, mãos, braços, pernas e pés construindo história. 

Um passo de cada vez e se percorre o mundo!


Por Mary Paes (membro do Coletivo AP Quadrinhos)

Abaixo algumas fotinhas do dia do lançamento da revista Mixtureba Comix, que rolou no sábado, 28 de julho de 2012, no auditório do MIS AP (Teatro das Bacabeiras).



Na foto acima, alguns dos membros do Coletivo AP Quadrinhos reunidos para uma
entrevista com a imprensa

 A exposição contou com trabalhos bem interessantes, e encontra-se aberta ao público, de segunda a sexta, no corredor entre a sala do MIS AP e o auditório (2º piso do Teatro das Bacabeiras).


 Destaque para os componentes da mesa de debates, da direita para a esquerda: Willian Costa (mediador); Ronaldo Rony; Otoniel Oliveira (convidado especial); Gian Danton (roteirista e membro do coletivo) e Deilson Silva (um dos fundadores do coletivo AP Quadrinhos).

 
 Apesar do calor ( as centrais de ar deixaram de funcionar no dia do evento), a galera foi guerreira e permaneceu atenta ao tema do debate até o final, fazendo muitas perguntas pertinentes,
aos componentes da mesa.

Os trabalhos do cartunista Ronaldo Rony teve grande destaque na exposição e o público não perdeu uma vírgula das histórias.
 
 O trabalho do jovem Railson, de 16 anos, apesar de parecer simples, é um exemplo para outros artistas e mostra claramente uma das principais funções do Coletivo que é abrir caminhos para que outros possam caminhar.

Existe um público para o segmento quadrinhos no Amapá e a próxima edição da Mixtureba Comix pretende manter uma linguagem própria, mas terá a pretensão de ser autossustentável.

Pra encerrar o lançamento em alto estilo, rolou muito rock no hall do Teatro das Bacabeiras
com as bandas Matinta Perera, Keona e Nova Ordem.

Banda Keona mandando ver com o vocal de Ravel Amanajás

Posando pra fotinha antes da entrevista no programa Sábado é Show ( tv bandeirantes).

 O coletivo agradece a cobertura de toda a imprensa amapaense! Nesta entrevista Augusto Pessoa fala para a TV Amapá sobre a parceria do Museu da Imagem e do Som com o Coletivo AP Quadrinhos.




 O movimento Liberdade ao Rock, sempre parceiro na divulgação das atividades culturais, esteve presente na coletiva de imprensa! Valeu!

Roberth Santos, o idealizador e autor da capa da revista Mixtureba Comix


Momento bacana, com Luis Trindade dando aquela força pra gente, na divulgação da revista.


Parceiros e apoiadores desta primeira edição da revista Mixtureba Comix, nosso Muito obrigado!!!

Lembrando que a revista continua a venda ao preço de R$ 10,00, no Museu da Imagem e do Som do Amapá, 2º piso do Teatro das Bacabeiras.


Coletivo AP Quadrinhos

Assessoria de Comunicação
96 9179 4950 / 8128 5712


sexta-feira, 3 de agosto de 2012

O Cineasta da Selva no Clube de Cinema deste sábado




 
O CINEASTA DA SELVA

Fatos são misturados a uma realidade imaginada, criada e encenada, neste documentário que conta a vida de Silvino Santos, que, nascido em Portugal, apaixona-se pelo Rio Amazonas. Na virada do século, com 13 anos, Silvino cruza o Atlântico em busca daquela Amazônia fantástica imaginada pelos europeus. Em 1913 realiza seu primeiro documentário de longa-metragem. Ele viveria sua aventura contracenando com grandes personalidades, testemunhando acontecimentos marcantes, do fausto à queda do monopólio da borracha. Filmando essa Amazônia do início do século, ele se torna um mito da selva e um dos pioneiros do cinema no Brasil.


DIA: 4 de Agosto
HORA: 18h30
LOCAL: Auditório do MIS, segundo piso do Teatro das Bacabeiras
ENTRADA FRANCA

www.museudaimagemedosom.blogspot.com