quinta-feira, 2 de abril de 2020

Jovem Aprendiz dos Correios: inscrições vão até 30 de abril




Os Correios iniciaram, na terça-feira (31), as inscrições para o Programa Jovem Aprendiz. São 4.462 vagas, mais a formação de cadastro reserva, disponíveis em todo o território nacional. 

Para o Amapá são 10 vagas, mais a formação de cadastro reserva.

Para participar, é preciso ter entre 14 e 22 anos de idade completos; cursar, no mínimo, o 6º (sexto) ano do Ensino Fundamental; estar matriculado e frequentando a escola, além de não ter sido contratado anteriormente como jovem aprendiz dos Correios e/ou ter mantido vínculo empregatício com a empresa, dentre outros requisitos. 

Os jovens selecionados terão uma jornada semanal de 20 horas, receberão o salário mínimo-hora no valor de R$ 490,83, além de vale-transporte, vale-refeição ou alimentação e uniforme. Do total das vagas, 10% serão destinadas aos candidatos na condição de pessoa com deficiência e 20% aos que se declararem negros e pardos. 

Durante a vigência do contrato especial de aprendizagem, o Jovem Aprendiz conciliará a fase teórica dos cursos de Assistente Administrativo e de Assistente de Logística, em entidade qualificada na formação técnico-profissional, e a fase prática nos Correios. A seleção será simplificada, realizada por meio de comprovação de requisitos referentes à renda familiar, idade na inscrição, tipo de instituição de ensino onde estuda e participação em projetos sociais, a partir de pontuação detalhada no edital. 

As inscrições estão abertas até o dia 30/4. Todas as informações estão disponíveis na página dos Correios.



Assessoria de Comunicação - AP
(96)98138-5712

quarta-feira, 4 de março de 2020

Livro "Caboclo Félix - Negras mãos entre o seringal e a arte" será lançado hoje na Quarta de Artes da Pleta



A Quarta de arte da Pleta e o coletivo 25 das Pretas lança o livro: "Caboclo Félix - Negras mãos entre o seringal e a arte", nesta quarta-feira (4), 17h30 no Sankofa ,com transmissão ao vivo do programa café com notícia.

"O livro 'Caboclo Félix - Negras mãos entre o seringal e a arte' é fruto de uma pesquisa de 6 anos, resultando numa literatura que transita entre uma biografia familiar e a investigação acadêmica. Escrito pela filha do personagem central, o livro conta a história de Milton Peloso, um caboclo afroindígena que viveu em três territórios do interior da Amazônia brasileira. Um homem do povo, boêmio que conheceu os encantos e os desencantos da floresta, e chegou a viver do extrativismo e da pesca, mas teve que se transformar em um soldado da borracha fordista. 
Toda a renda arrecadada com a venda do livro vai para o fundo do projeto social "Por Mais Cem Anos" que os irmãos Peloso da Silva criaram para transformar a casa onde a família se criou no Centro Cultural Milton e Eunice Peloso, espaço a serviço da população da cidade de Santarém e região do Baixo Amazonas."

Carinhosamente,
Euniciana Peloso da Silva.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Estão abertas as inscrições para o 49º Concurso Internacional de Redação de Cartas

As inscrições para o 49°Concurso Internacional de Redação de Cartas começaram na segunda-feira, 10 de fevereiro. Promovido anualmente pela União Postal Universal (UPU), e realizado no Brasil pelos Correios, o concurso objetiva estimular jovens e crianças a expressarem sua criatividade e a melhorarem seus conhecimentos linguísticos, por meio da redação de cartas. Desenvolvida em parceria com escolas e estudantes de todo o país, em 2019 a iniciativa recebeu mais de 6 mil inscrições. 

Em 2020, o tema da redação é: “Escreva uma mensagem para um adulto sobre o mundo em que vivemos”. Estudantes com até 15 anos, da rede pública e privada de ensino, podem participar com redações redigidas de próprio punho, com caneta esferográfica preta ou azul. Os textos devem ser produzidos em língua portuguesa, ser relacionados estritamente ao tema e conter, no máximo, 800 (oitocentas) palavras. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de março de 2020. 

O primeiro colocado em cada Estado, e sua respectiva escola, receberão prêmios em dinheiro e participarão da fase nacional. Nesta segunda fase, também serão premiados os três melhores colocados. Além de troféu, os vencedores receberão certificado e prêmios de até R$ 10 mil. O primeiro lugar nacional representará o Brasil na etapa internacional. O regulamento completo do Concurso Internacional de Redação de Cartas e o formulário de inscrição estão disponíveis no site dos Correios.




Brasil no Concurso de Cartas – Em 48 edições, o Brasil ocupa a segunda posição no ranking de vencedores na etapa internacional, ficando atrás apenas da China. O Brasil já ganhou 3 medalhas de ouro (1972 /1988 / 2006), 2 medalhas de prata (1978 / 1980), 2 medalhas de bronze (1992 / 2015) e recebeu menções honrosas na etapa internacional, em 2009, 2012, 2016, 2017 e 2018. A realização do concurso é uma das ações de responsabilidade social desenvolvidas pelos Correios.



Assessoria de Imprensa
Superintendência do Amapá
imprensa-ap@correios.com.br
(96) 3198-7208 / 98138-5712