sexta-feira, 1 de junho de 2012

Clube de Cinema fazendo história, cinema e muito rock!!

 foto: Waleff Dias

Há coisas na vida da gente que merecem ser eternizadas de alguma forma, principalmente momentos que nos trazem grande alegria! O evento de aniversário de dois anos do Clube de Cinema, no último sábado, 26, é um desses momentos que merecem espaço permanente em nossa memória. 

Em todos os eventos organizados pela equipe FIM (Festival Imagem-Movimento) a galera planeja, divulga, faz tudo certo e espera que tudo saia nos conformes... mas ainda assim se surpreende com a resposta do público. 

O evento estava marcado para começar às 18h30, era 17h e o público já estava chegando... 

Ao iniciar a programação no auditório, pedi pra que levantassem as mãos aqueles que estavam ali no Clube pela primeira vez, observei mais ou menos 20 mãozinhas abanando! É muito bom perceber que, além dos freqüentadores assíduos, carinhas novas estão sempre pintando no Clube de Cinema. 

foto: Aog Rocha

Para algumas pessoas pode até parecer bobagem, mas pra nós, finalistas (voluntários do FIM), ver tanta gente reunida pra comemorar o aniversário de um espaço que a gente ajudou a criar é, antes de tudo, compensador. 

Cumprindo a programação, foram exibidos os curtas amapaenses “O homem do saco”; “Última sessão”; “Doido”; “Me dá um abraço”; Vale a pena?” e um vídeo da galera do vlog Fora de Rota (dos irmãos Helder e Rafael). 

Também rolou o lançamento do vídeo documentário Clube de Cinema, que ainda não estava concluído, mas foi exibido mesmo assim. 

A noite estava só começando. No fim da última exibição, quando as luzes se acenderam Luan Macêdo entrou com o bolo de aniversário, o público puxou o “parabéns pra você”! Rolou salgadinhos, bolo e guaraná (eu fiquei sabendo que rolou até um quinta do morgado, mas ninguém me ofereceu :( o dó! ))!

Depois fomos todos “bebemorá” na continuação do aniversário do Clube de Cinema na Praça da Bandeira, junto da galera do Liberdade ao Rock! 

 A Praça da Bandeira ferveu, literalmente!!!

 A banda Amatribo estava especialmente inspirada, estreando no Liberdade!!  

Guerra!!! Foi dada a partida!!! Nunca tinha visto uma roda punk desse jeito (os bangers abraçados, antes da Amatribo soltar o grito de guerra))!!! 

Ouvi dizer que foi o melhor Liberdade ao Rock de todos os tempos! Mas esta é uma outra matéria... \w/

Texto: Mary Paes



Por Mary Paes